O crismado torna-se um soldado de Cristo

O crismado torna-se um soldado de Cristo

No último dia 20/07 a Paróquia São Benedito realizou a celebração do Sacramento da Crisma para 37 Jovens e adultos. Talita Sousa, coordenadora da Pastoral da Iniciação à Vida Cristã – Crisma, fez um belo texto refletindo sobre esse grande momento na vida do cristão. Acompanhe:

Caros irmãos na Fé, saudações Eucarísticas!!!

A celebração de hoje rende graças de uma forma especial pois nossos crismandos concluirão a preparação ao Crisma. Pela recepção deste sacramento, vocês tiveram os dons do Espírito Santo fortalecidos em suas almas. É preciso, entretanto, que não ofereçam resistência a Deus. Do contrário, a força sobrenatural de que fostes revestidos não produzirá frutos. Nosso Senhor é aquele que está à porta do nosso coração e bate. Notem que ele não avança para dentro, mas espera ser atendido. “Não tenham medo: abram as portas ao Redentor”, disse São João Paulo II.

Como fiéis crismados, vocês devem ter a mesma fé da Igreja, aprovando o que ela aprova, reprovando o que ela reprova, sentindo o que ela sente. O crismado torna-se um soldado de Cristo, sempre em estado de prontidão, buscando estar sempre pronto a dar a razão de sua fé. Aqueles que recebem o Sacramento da Confirmação devem participar da Santa Missa todos os domingos, pois esta é uma obrigação do bom católico. A Santa Missa é o ato espiritual mais importante na terra. Nele somos testemunhas novamente do Sacrifício da Cruz. Nele recebemos Nosso Senhor vivo e verdadeiramente presente na Sagrada Comunhão.

Estamos em um Santuário Arquidiocesano de adoração confiado aos padres Sacramentinos. Seu fundador, padre Eymard, como guia espiritual perspicaz que era, compara a Eucaristia a um fogo e dizia que este, se não for alimentado, se apaga. Não basta acender o fogo uma vez só e pensar que durará para sempre. Ele nos ensinou: 1“Se o fogo não for alimentado, a chama morrerá”. Desta forma não basta apenas participar da Santa Missa. É necessário o seu prolongamento e este prolongamento é a adoração ao Santíssimo Sacramento!! Vinde e o adoremos!!

Aquele que recebeu o Sacramento da Confirmação deve ser justo e caridoso. Deve exercer a caridade sempre e a todo instante. Deve pratica-la para com seus familiares, amigos, colegas e desconhecidos, seja na rua, em casa, no trabalho, na escola, na faculdade, onde quer que esteja. Deve ser caridoso até mesmo com seus inimigos. O crismado deve ser rápido para reconhecer a própria culpa em todas as circunstâncias em que for, de fato, culpado. Deve ser desinibido em perdoar e aceitar do outro o perdão. Deve se preocupar constantemente com a salvação de sua alma, evitando as ocasiões de pecado. Deve reconhecer que o maior bem que pode possuir em vida é a graça de Deus em sua alma. Para ter em si a Graça, o crismado procurará com frequência o sacramento da Confissão, onde poderá obter o perdão dos pecados. O crismado deve rezar sempre, constantemente, incansavelmente. Através da oração, ele receberá de Deus a sabedoria para superar todos os obstáculos. Ele deverá ver todas as coisas com um novo olhar, além das aparências. Deverá compreender o sentido sobrenatural que existe sob cada atitude que tomamos neste mundo. Ele entenderá que a vida terrena não é tudo, é apenas parte de algo muito maior, e que as nossas decisões aqui definem nosso destino eterno.

O crismado deve avaliar os acontecimentos que o cercam sob o olhar da doutrina que recebeu. Assim poderá compreender que muito daquilo que no mundo é considerado sem valor é, em verdade, precioso.

Desta forma em nome dos catequistas agradeço a Deus o dom da vida de cada um. Foi um enorme prazer vivenciar com vocês este um ano e cinco meses e três dias (porque sou de exatas!) Onde ensinamos, mas sobretudo aprendemos. As vossas famílias foram de suma importância nesta caminhada. Agora a pergunta que vocês devem fazer é: Acabou? É o fim? Eu vos afirmo NÃO!!! É apenas o começo. Por isso entrego a vocês UM CONVITE para que continuemos esta desafiante caminhada que é a vida cristã.

Que possamos pedir as bênçãos de Deus e a intercessão de Nossa Senhora pela vida de cada um destes que confirmaram seu batismo no dia de hoje.

Talita Sousa

1: São Pedro Julião Eymard em seu Retiro Mensal – Meditação 5/11/1860

 

Este post tem um comentário

  1. Uma verdadeira catequese este texto.Parabéns para a autora.

Deixe uma resposta

Fechar Menu