Mandamentos

Os 10 Mandamentos da Lei de Deus

1º Amar a Deus Sobre Todas as Coisas
Adorar a Deus, orar-lhe, oferecer-lhe o culto que lhe é devido, cumprir as promessas e os votos que foram feitos a ele são os atos da virtude de religião que relevam da obediência ao primeiro mandamento.

2º Não Tomar seu Santo Nome em Vão
O segundo mandamento proíbe todo uso impróprio do Nome de Deus. A blasfêmia consiste em usar o Nome de Deus, de Jesus Cristo, da Virgem Maria e dos santos de maneira injuriosa, ofensiva. O juramento falso o invoca Deus como testemunha de uma mentira.

3º Guardar os Domingos e Dias Santos
O sábado, que representava o término da primeira criação, é substituído pelo domingo, que lembra a criação nova, inaugurada com a Ressurreição de Cristo. A Igreja celebra o dia da ressurreição de Cristo no oitavo dia, que é corretamente chamado dia do Senhor, ou domingo.

4º Honrar Pai e Mãe
De acordo com o quarto mandamento, Deus quis que, depois dele, honrássemos nossos pais e os que ele, para nosso bem, investiu de autoridade. A comunidade conjugal está fundada na aliança e no consentimento dos esposos. O casamento e a família estão ordenados para o bem dos cônjuges, a procriação e a educação dos filhos.

5º Não Matar
Toda vida humana, desde o momento da concepção até a morte, é sagrada porque a pessoa humana foi querida por si mesma à imagem e á semelhança do Deus vivo e santo. O assassinato de um ser humano é gravemente contrário à dignidade da pessoa e à santidade do Criador.

6º Não Pecar Contra a Castidade
Ao criar o ser humano homem e mulher, Deus dá a dignidade pessoal de uma maneira igual a um e outro. Cada um, homem e mulher, deve chegar a reconhecer e aceitar sua identidade sexual. Cristo é o modelo da castidade. Todo batizado é chamado a levar uma vida casta, cada um segundo seu estado de vida próprio.

7º Não Furtar
O sétimo mandamento prescreve a prática da justiça e da caridade da administração dos bens terrenos e dos frutos do trabalho dos homens. Toda a forma de apropriação e uso injusto dos bens de outrem é contrária ao sétimo mandamento. A injustiça cometida exige reparação. A justiça comutativa exige a restituição do bem roubado.

8º Não Levantar Falso Testemunho
A verdade ou veracidade é a virtude que consiste em mostra-se verdadeiro no agir e no falar, fugindo da duplicidade, da simulação e da hipocrisia. O respeito à reputação e à honra das pessoas proíbe toda atitude ou palavra de maledicência ou calúnia.

9º Não Desejar a Mulher(Marido) do Próximo(a)
O nono mandamento adverte contra a cobiça ou concupiscência carnal. A purificação do coração exige a oração, a prática da castidade, a pureza da intenção e do olhar.

10º Não Cobiçar Coisas Alheias
O décimo mandamento proíbe a ambição desregrada, nascida da paixão imoderada das riquezas e de seu poder. A inveja é a tristeza sentida diante do bem de outrem e o desejo imoderado de dele se apropriar. E um vício capital.

Os 5 Mandamentos da Igreja

A igreja de Jesus Cristo é una e santa, e recebe a denominação de igreja católica apostólica romana, onde o papa sucessor de são Pedro é o pastor ou chefe supremo. É formada pelo papa, cardeais, bispos, sacerdotes, diáconos e religiosos, constituindo a hierarquia eclesiástica; e por todos os fiéis cristãos batizados em Cristo pelo poder do Espírito Santo.

A Igreja Católica Apostólica Romana é assim intitulada porque:

  • IGREJA: É o Povo de Deus, que é o Corpo Místico de Cristo, sendo Cristo a Cabeça do Corpo. 
  • CATÓLICA: Sua área de atuação é universal, seguindo a mesma doutrina de Jesus Cristo, princípios e normas em todo o mundo. 
  • APOSTÓLICA: Foi fundada e organizada na "tradição e ensino" dos Apóstolos seguidores de Cristo. 
  • ROMANA: Sua sede é em Roma (Itália), onde São Pedro foi martirizado e sepultado, ao qual, Jesus outorgou as "chaves dos céus", ou seja, o poder e a autoridade de Cristo. (Mateus 16, 18-19).

1º Participar da santa Missa nos domingos e dias santos.
A participação na santa missa do "Dia do Senhor" ou dos dias santos de guarda é um dever obrigatório para todo cristão batizado, porque Jesus Cristo ressuscitou no primeiro dia da semana, que é o domingo. A santa missa é o Santo Sacrifício de Cristo que foi consumado no Calvário, sendo renovado e celebrado do nascer ao pôr-do-sol em todo o mundo pela salvação da humanidade.

2º Confessar-se ao menos uma vez cada ano.
O segundo mandamento prescreve que o cristão batizado deve confessar-se ao menos uma vez por ano. E é através do sacramento da reconciliação ou confissão sacramental que a Igreja de Cristo proporciona ao homem a reconciliação com Deus e com os irmãos, libertando dos males espirituais com o perdão dos pecados.

3º Comungar ao menos pela Páscoa.
Celebrar a Páscoa recebendo a comunhão ou eucaristia significa o encontro e comunhão com Jesus Cristo que liberta de todo o mal, ou seja, é celebrar a libertação ou "passagem" de uma vida de escravidão no pecado para uma vida nova com Cristo.

4º Jejuar e não comer carne quando manda a Santa Igreja.
A santa Igreja prescreve no quarto mandamento que a quarta-feira de cinzas e a sexta-feira da Paixão são dias de se fazer jejum do corpo ou de alimentos com abstinência de carnes nestes dias, em respeito à morte de Jesus Cristo na cruz e como meios de penitenciar o corpo e o espírito, a fim de que os "canais da graça" sejam liberados da mancha dos pecados do egoísmo e do orgulho.

5º Pagar Dízimos, conforme o costume.
O quinto mandamento da Igreja prescreve e adverte que os fiéis cristãos batizados em Cristo também são responsáveis e provedores da construção do Reino de Deus aqui na terra, providenciando os meios materiais com as ofertas ou dízimos, a fim de manter, construir ou conservar o Templo erguido em honra a Deus, assim como prover o sustento daqueles que lhes anunciam o Evangelho do Reino, ou seja, dos "pastores eclesiásticos".