Visita do Provincial dos Padres Sacramentinos na Paróquia São Benedito

Foi realizada ontem (dia 14/04) o encontro entre as coordenações de pastorais, grupos e movimentos da paróquia com a Comissão da Província Sacramentina que tem a frente Padre Eugênio, sss (o “Provincial”) e seus auxiliares. Nesse momento o provincial falou do grande serviço realizado durante os 4 anos de levar para as pessoas o testemunho eucarístico da congregação sacramentina. Dentro deste serviço foram destacados os seguintes elementos:
Riqueza: O rodízio de pessoas, que garante aos paroquianos que podemos aceitar as mudanças e que a paróquia não pode ter o rosto de um padre e sim da ordem sacramentina.
Limites: Que fortalecem nosso testemunho e identidade cristã para os desafios na caminhada sacramentina.
Diretório Pastoral: É o rosto da paróquia, onde são colocados os frutos e desafios que acontecem na caminhada.
Capítulo Provincial: Que acontecerá na primeira semana de julho de 2010.

Foi entregue ao Padre Eugênio o livro tombo que é a historia da Paróquia de São Benedito na gestão do Padre Jackson Frota.
A Pastoral da 3ª Idade, na pessoa da Dra. Liliana, falou dos frutos e desafios na caminhada. A Pastoral do Dízimo, na pessoa do Flaviano, deu suas considerações e agradeceu pelo empenho da Província com Paróquia São Benedito na gestão do Padre Jackson Frota.

Padre Eugenio também falou do serviço de grande satisfação do Padre Toninho em Sete Lagoas e aproveitou pra fala da chegada do novo padre sacramentinoPadre Elton – que chegará à paróquia dia 23 de abril para somar com os outros padres da nossa paróquia neste serviço eucarístico.

O padre superior da Província pediu para que possamos vivenciar este ano de 2010 os 200 anos do nascimento (04/02/1811), de São Pedro Julião Eymard (O Apóstolo da Eucaristia), divulgando quem é o fundador da ordem Sacramentina no Brasil e no mundo.

O encontro terminou com os agradecimentos e a benção de Padre Eugênio e logo em seguida foi servido um fraterno lanche.


“A Eucaristia é também a vida da alma e da sociedade humana, como o sol é a vida dos corpos e da face da terra. Sem o sol, a terra é estéril; ele alegra-a, adorna-a e enriquece-a; ele dá aos corpos a eficácia, a força e a beleza.” São Pedro Julião Eymard 

Contribuição: Roberto e Marilena (Coral Sagrada Família)


Deixe uma resposta