Como lidar com o namoro dos filhos na adolescência

Como lidar com o namoro dos filhos na adolescência

Se nós pais pudéssemos ter os nossos filhos sempre por perto, seria perfeito, não acham? Certamente, você, pai, mãe ou responsável já pensou: “Meu filho já está um adolescente! Não é mais uma criança!”.

É na adolescência, uma fase tão linda e importante, que nossos filhos vão consolidar todos os valores, toda a educação que foi remetida a eles na infância.

Vão querer sair com os amigos, ir às festinhas da escola… E quando eles começam a namorar?! O coração do pai e da mãe quase para! Mas tenha calma! Um passo de cada vez.

Diálogo com os filhos

A chave para qualquer relacionamento construtivo é o diálogo, e é por isso que não pode faltar a verdade dentro de casa, pois, neste momento, os pais devem sempre orientar os filhos que conversem mesmo com eles, digam se estão gostando de alguém da escola, do bairro, e os apresente aos pais, à família. A princípio, pode parecer um “susto”, mas, com o tempo, todos irão se acostumar.

A aprovação dos pais é sempre a melhor resposta aos filhos, pois, assim, os pais poderão acompanhar, levar o namorado (a) para passear junto com a família; e assim o filho também se sentirá seguro e mais importante; não irá namorar escondido.

Esteja junto de seus filhos, converse, explique e também chame o namorado (a) para conhecer todos os integrantes da família. É importante que todos saibam os valores que permeiam dentro de casa, e que você, pai e mãe, está atento a tudo!

Na minha casa, minhas duas filhas adolescentes namoram; e o diálogo nunca faltou! Desde a preparação para a fase em que elas estariam namorando até o momento de apresentar o namorado e a convivência com a nossa família e com a família do namorado.

Valores familiares

As famílias foram apresentadas, juntamente com os valores e a prioridade na vida de cada uma. Há momentos que os namorados passeiam junto com a gente; há momentos em que são só nossos.

O meu conselho, para você pai e mãe é não anular esse momento na vida dos seus filhos. Não proíba, não seja agressivo! Esteja próximo, mostre que você está junto! Isso será um fator determinante até mesmo para firmar a sua confiança neles e vice-versa. Eles precisam saber e ter a confiança de que estaremos sempre com eles, seja para comemorar um ano de namoro ou até mesmo para consolar sua filha se ela estiver triste, porque o namoro não deu certo!

Seja e esteja presente sempre!

Por Paula Guimarães, via Canção Nova

Deixe um comentário